27 fevereiro 2015

Gastronomia portuguesa ganha asas

A TAP assume ser a melhor montra mundial da gastronomia portuguesa. Não só porque inclui produtos de todo o País nas ementas que exibe a bordo, mas também porque mediatiza a riqueza e a diversidade dos sabores lusos através dos diversos meios de comunicação da companhia, sobretudo nos filmes emitidos a bordo dos aviões.
A parceria com a Federação Portuguesa Confrarias Gastronómicas está já ‘no ar’ e leva a TAP a honrar o propósito de divulgar o património nacional. O protocolo foi ontem celebrado em plena BTL, com o vice-presidente da companhia aérea, Luíz Mor, a sublinhar que através das diversas manifestações das confrarias a TAP está a mostrar “Portugal verdadeiro” e a alma do povo.
Entende que o mundo das viagens está carente de autenticidade. “Os destinos turísticos estão a desgastar-se com a massificação. Tenho chamado à atenção para o facto do turismo ser muitas vezes predador porque vai tornando tudo parecido” refere, não tendo dúvidas que o ‘boom’ turístico que Portugal vive actualmente deriva da procura turística por algo original e genuíno.
Luíz Mor entende que a gastronomia e o vinho são elementos que melhor contam a história e alma viva do povo. Por isso, dar-lhes ênfase “é uma vantagem competitiva” porque as companhias aéreas são muito iguais. Oferecem a mesma comida de avião, o mesmo vinho, mas na TAP podem colocar uma pessoa de olhos vendados que ela vai sentir os cheiros e os sabores de Portugal verdadeiro.
Admite que nem sempre a TAP consegue conciliar a dinâmica da gastronomia nacional às ementas, conciliando-as com a origem dos voos. Contudo, garante estar mais empenhado em fazer passar a mensagem aos passageiros estrangeiros que em determinados lugares portugueses podem encontrar produtos únicos. “Não adianta ter uma boa experiência a bordo e pular por cima de Portugal para ir para outro lugar e dizer que o voo foi bom. A nossa função maior não é que gostem do voo, mas que gostem de experimentar e descobrir Portugal”, refere.

TAP tem que “tratar Madeira de outra forma”

O dirigente da Academia Madeirense das Carnes, Alcides Nóbrega, entende que a TAP deve “tratar a Madeira de outra forma” se é que quer continuar a ter clientes na Região e a ser decisiva para o destino turístico.
Um maior número de voos e preços mais acessíveis a praticar nas ligações entre a Região e Lisboa e Porto estão na base da exigência de mudança de actuação. Alcides Nóbrega não entende que a TAP pratique preços a partir de 40 euros entre o continente e Espanha, em trajectos de duração idêntica aos que ligam as principais cidades lusas ao Funchal, e não aplique o mesmo princípio à operação insular.
Na sua opinião, os transportes aéreos e marítimos devem estar no centro das atenções da classe política, sobretudo neste tempo de campanha e de promessas. “A Madeira pode crescer economicamente e gerar mais postos de trabalho mas as duas portas de entrada na Região têm que estar escancaradas. Muita conversa e promessas se podem fazer mas enquanto esta questão das acessibilidades não estiver resolvida nada feito”, refere.
Exceptuando este reparo, a relação com a companhia é excelente. Desde Janeiro que a gastronomia madeirense descola nos voos de médio e longo curso da TAP e rotas da Europa, através de um vídeo de 3 minutos realizado pela Academia Madeirense das Carnes - Confraria Gastronómica da Madeira, em parceria a Direcção Regional de Agricultura.
Alcides Nóbrega não tem dúvidas de que está perante uma forma de “promoção barata” e que proporciona “grande visibilidade” aos vários aspectos da gastronomia tradicional Madeirense e práticas culturais a ela associadas.
A direcção da confraria madeirense tem sido particularmente severa com algumas entidades pois considera que a gastronomia regional não é devidamente utilizada na promoção do destino Madeira.





Fonte: Diário de Notícias da Madeira, 27 de Fevereiro 2015


26 fevereiro 2015

AMC/CGM congratula-se com possibilidade da UE rever regulamento sobre peixe "gata"

A direção da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira congratula-se com a possibilidade da Comissão Europeia rever o regulamento que proíbe a pesca e comercialização do peixe "gata".

No entanto informa que o Jantar de protesto acerca da proibição decretada pela UE irá realizar-se no dia 28, sábado, no Restaurante Praia do Vigário, em Câmara de Lobos. A ida da AMC/CGM a Bruxelas está agendada para mês de Julho.

Inscrição para o Jantar através dos contactos: 917547094 // 966453343 // 965014491 ou pelo e-mail: confrariagastronomica@gmail.com. 

A direção da AMC/CGM
Estreito de Câmara de Lobos, 26 de Fevereiro de 2015 

Bruxelas admite rever regulamento da “gata”



A COMISSÃO EUROPEIA ABRIU ONTEM A POSSIBILIDADE DE REVER O REGULAMENTO QUE INTERDITA A PESCA, AINDA QUE INVOLUNTÁRIA, DO TUBARÃO-GATA EM CÂMARA DE LOBOS. 

O representante da Comissão Europeia, Bernhard Friess, admitiu que, apesar das propostas que levaram à interdição da pesca do tubarão-gata, em Câmara de Lobos, se basearem nos melhores pareceres científicos disponíveis,podem não ser «a solução ideal». 

A posição que abre assim esperança na possibilidade de negociações que levem ao levantamento da interdição decretada desde 1 de Janeiro pela Comissão Europeia, foi tomada numa reunião em Bruxelas, organizada pelo eurodeputado José Inácio Faria, eleito pelo MPT. 

No encontro para discutir a proibição das capturas acessórias do tubarão-gata na pesca de peixe-espada preto na Região e identificar possíveis soluções para minimizar os impactos socioeconómicos negativos dessa interdição, estiveram presentes, além de eurodeputadas madeirenses, Cláudia Monteiro de Aguiar e Liliana Rodrigues, elementos ligados à política marítima da Comissão Europeia, o deputado da ALM, Roberto Vieira e ainda representantes do setor das pescas na Madeira (Coopescamadeira), Luís Calaça Sousa e Cid Paulino. 

Na oportunidade, José Inácio Faria salientou que o problema afeta em particular a Madeira, nomeada- mente as capturas acessórias de tubarão “gata/lixa”, mas que é comum aos Açores e a certas áreas do Continente, em particular Sesimbra, mas também a outras áreas da Europa, incluindo certas regiões da Itália.

Por seu turno, Roberto Vieira, defendeu que os tubarões capturados de forma involuntária aquando da pesca de peixe-espada preto com o tradicional palangre de fundo possam ser aproveitados pelos pescadores e avançou, desde logo, com a eventual possibilidade de se alterar o Regulamento.

Alertou ainda para o impacto negativo que estas medidas têm nas famílias envolvidas na pesca do peixe-espada.

Finalmente, Luis Calaça Sousa lembrou tratar-se de um tipo de pesca que já tem mais de 200 anos na Região e que sempre capturou, duma forma acessória e manifestamente involuntária, alguns tubarões de profundidade. 

Fonte: Jornal da Madeira, 26 de Fevereiro 2015

24 fevereiro 2015

Confraria Gastronómica da Madeira realiza jantar de protesto contra "deliberação estúpida" de proibir pesca do 'peixe-gata'


A Academia Madeirense das Carnes - Confraria Gastronómica da Madeira (AMC-CGM) realiza no dia 28, pelas 20 horas, no Restaurante Praia do Vigário, em Câmara de Lobos, um jantar de protesto contra a deliberação da União Europeia que proíbe a pesca e comercialização do 'peixe-gata'.

A direcção da AMC/CGM refere , em comunicado, que o que põe "a espécie em perigo e que poderá provocar a sua extinção é a pesca feita no Golfo da Biscaia e noutras zonas pelos arrastões franceses, belgas e alemães e não a pesca realizada pelos pescadores madeirenses".
A direcção da confraria gastronómica da Madeira quer que seja "um sucesso" este jantar "a favor de uma referência gastronómica madeirense e de protesto por uma deliberação estúpida e sem fundamento da Comissão Europeia". "Por esta razão convida todos os madeirenses defensores da herança cultural gastronómica e báquica da Madeira a participar neste evento".
O valor do jantar é 25 euros por e a inscrição para participar no mesmo pode ser feita para 917547094, 966453343 e 965014491. 

Vinho Madeira rendeu 17,9 milhões de euros em 2014


O volume de vendas de vinho Madeira em 2014 foi de 17,9 milhões de euros, o valor mais elevado dos últimos dez anos, revelou hoje a presidente do Instituto do Vinho, Bordado e Artesanato da Madeira (IVBAM), Paula Cabaço.
"Em relação à comercialização de vinho Madeira, felizmente fechámos o ano de 2014 com dados muito positivos, quer em quantidade, quer em valor", disse a responsável em Câmara de Lobos, à margem da apresentação do concurso internacional de vinhos "La Selezione del Sindaco", que este ano se realiza em Portugal, em Oeiras, de 29 a 31 de maio, sob orientação da Associação dos Municípios Produtores de Vinho de Portugal (AMPV).
"É óbvio que nunca estamos satisfeitos, porque temos noção da importância económica do produto [vinho Madeira], da marca, temos noção da sua importância também social e cultural e até turística", salientou Paula Cabaço, sublinhando que o esforço será sempre no sentido de "continuar a trabalhar para promover e divulgar o produto".


O presidente do concurso "La Selezione del Sindaco", Mário Louro, disse, por seu lado, que o vinho Madeira tem "tanta representatividade internacional que não faz sentido nenhum ele não estar num concurso internacional".


Mário Louro explicou também que, face à relação entre a AMPV e as câmaras da Madeira, foi decidido fazer uma apresentação pública do concurso na região no sentido de convidar os produtores a participar.


O presidente da AMPV, José Arruda, lembrou, por outro lado, que, entre os 72 municípios associados, dois dos mais antigos são da Madeira: São Vicente e Câmara de Lobos, sendo este último o maior produtor de vinho Madeira do arquipélago.
"Pretendemos também com o concurso relacionar os vinhos aos territórios, por isso associamos o concurso ao enoturismo. O turismo é de certeza um fator chave para o desenvolvimento das nossas regiões", realçou José Arruda.


O "La Selezione del Sindaco" realiza-se este ano, pela primeira vez, fora de Itália. É um concurso europeu de vinhos que reúne enólogos, técnicos, provadores e jornalistas da especialidade de várias nacionalidades.


Um dos grandes objetivos do certame é o de promover os municípios com vocação vitivinícola.
José Arruda disse que em Oeiras vão estar a concurso cerca de 1.500 vinhos europeus.
Após a exposição pública em Câmara de Lobos, o músico e cantor Carlos Alberto Moniz fez a apresentação ao vivo do seu mais recente trabalho discográfico: "O Vinho dos Poetas".


Fonte: Jornal da Madeira, 24 de Fevereiro 2015

22 fevereiro 2015

Direcção lamenta e critica excesso de zelo das autoridades na pesca do peixe "gata"


A direção da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira lamenta e critica o comportamento de excesso de zelo das autoridades na apreensão e destruição do peixe "gata", após o dia 1 de Janeiro de 2015. 

A Confraria faz lembrar que a decisão europeia em proibir a pesca e comercialização do peixe "gata" é ridícula, infundada e que o Governo da RAM já mostrou o seu desacordo em relação à mesma.

A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira critica a falta de sensibilidade necessária das respectivas autoridades para lidar com a deliberação mais que disparatada da Comissão Europeia e pede às autoridades uma mudança de atitude, pois prender e destruir o peixe "gata" e atribuir pesadas multas não contribui em nada para o aumento ou sobrevivência da respectiva espécie. 

A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira informa que estará presente no "10.º Festival Vina Vino Fest", que se realiza nos dias 20 e 21 de Março, na cidade de Vrsac, na Sérvia, onde fará promoção do vinho e da gastronomia da Madeira. 

P.S.: A Direção da AMC/CGM pede à SRTT para que leve doses do peixe "gata" para o Stand da Madeira na Bolsa de Turismo de Lisboa e que ofereça por quem lá passar. 

A direção da AMC/CGM

Estreito de Câmara de Lobos, 
21 de Fevereiro de 2015

19 fevereiro 2015

AMC/CGM fortalece ligações com Viiniritarien Veljeskunta - Finlândia


A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira tenciona fortalecer os contactos já existentes com a Viiniritarien Veljeskunta, Finlândia. 

(Confraria dos Cavaleiros da Videira).

Foto de arquivo:


AMC/CGM assina em Março um protocolo de intercâmbio em Valpaços

A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira faz saber que no dia 28 de Março de 2015 irá assinar, em Valpaços, um Protocolo de Amizade e de Intercâmbio com a Confraria dos Vinhos Transmontanos. Este evento acontecerá durante a Feira do Folar de Valpaços. 

Vídeos: 
Confraria de Vinhos Transmontanos

Entronização de Confrades





16 fevereiro 2015

Ofício de 2015


Caros e caras confrades, 

A Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira celebrará 15 anos de vida em Abril. Estamos satisfeitos por ter realizado esta caminhada, nem sempre fácil, mas com coisas boas e outras más. 

A nossa proposta é que todos(as) os(as) confrades, paguem a cota referente a 2015 e para que assim se respeitem os estatutos e honrem o vosso juramento feito na ocasião da vossa entronização.

Para que todos possam participar em pé de igualdade na vida da Confraria e no acto eleitoral que terá lugar a 11 de Abril de 2015 e na tomada de posse dos Órgãos Sociais da AMC/CGM para o mandato 2015-2018, a 26 de Abril de 2015.

Esperamos e apelamos a todos para que paguem a cota cujo valor é de 60,00 euros e referente ao ano de 2015. O respectivo pagamento deverá ser feito até o dia 14 de Março de 2015 para a conta nº  0003.39149869020. 
Nome: Alcides Luz Teixeira Nóbrega. 
N.I.B: 0018 0003 39149869020. 
IBAN PT50 0018 0003 39149869020 Banco Santander Totta.

É com muita esperança e satisfação que esperamos que os actuais 107 confrades associados possam confirmar a sua vontade de estarem connosco pagando a respectiva conta de 2015 e assim participando no novo ciclo da confraria que se inicia com a tomada dos novos Órgãos Sociais da AMC/CGM.

A actual direção faz saber de que o(a) confrades que não realizar o pagamento da cota até a data indicada, e de acordo com os estatutos, deixa de ser membro desta confraria.

Como é do vosso conhecimento, no dia 14 de Março 2015 realiza-se a Assembleia Geral às 20h00 na sede da confraria para apresentação e Aprovação de contas. 

No dia 11 de Abril decorrerá a Assembleia Eleitoral entre as 19h00 e 21h00, na sede da confraria. A tomada de posse dos novos Órgãos Sociais acontecerá a 26 de Abril. 

A direção da AMC/CGM

Estreito de Câmara de Lobos, 
16 de Fevereiro de 2015

Academia Madeirense estará presente na Catalunha em Outubro


A direção da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira faz saber que estará presente em Outubro, pela primeira vez, na Comunidade Autónomica da Catalunha. 

A AMC/CGM irá participar no dia 16 de Outubro no Capítulo do privilegiado "Concilivm Vinorvm Terraconensivm" na cidade de Terragona. 

 A direção da AMC/CGM

Estreito de Câmara de Lobos, 
16 de Fevereiro de 2015

Fotos de Arquivo:







15 fevereiro 2015

Mapa de Eventos (actualizado)

MAPA DE EVENTOS
 2015

Assembleia Geral Ordinária da FPCG – 28 de Março

Capítulos de Confrarias Federadas – 2015: 

21 de Fevereiro - Confraria do Mel.
21 de Fevereiro - XXVI Capítulo da Confraria do Queijo Serra da Estrela - Oliveira do Hospital. 
28 de Fevereiro – II Capítulo da Confraria dos Rojões da Bairrada com grelo e batata à Racha.
8 de Março – Confraria Gastronómica “As Saínhas”. 
14 de Março – Confraria Gastronómica de Sever do Vouga.
21 de Março - XII Capítulo da Confraria da Lampreia de Penacova.
21 de Março – X Capitulo da Confraria do Bolo de Ançã.
11 de Abril - VII Capítulo da Confraria dos Aromas e Sabores Raianos.
12 de Abril - Real Confraria da Cabra Velha –Miranda do Corvo. 
18 de Abril – Confraria das Almas Santas da Areosa e do Leitão.
24; 25; 26 de Abril (cerimónia capitular) e 27 de Abril – XV Capítulo da Academia Madeirense das Carnes / Confraria Gastronómica da Madeira.
9 de Maio – III Capítulo da Confraria das Sardinhas Doces de Trancoso.
9 de Maio – Confraria do Queijo do Rabaçal.
16 de Maio - VIII capítulo da Confraria do Pinhal do Rei - Leiria.
17 de Maio Confraria Gastronómica de Almeirim.
6 de Junho - X Capítulo Confraria Gastronómica da Gândara.
20 de Junho – IV Capítulo da Confraria Gastronómica do Concelho de Ovar.
27 de Junho -  Confraria da Broa de Avintes.
4 de Julho - IX Capítulo da Confraria do Velhote.
25 de Julho – Confraria do Bodo.
13 de Setembro – Confraria da Chanfana. 
26 de Setembro - IX Capitulo da Confraria das Papas de S. Miguel.
21 de Novembro - XIII Capítulo da Confraria Queirosiana. 

Outros eventos: 

21 de Fevereiro – Confraria do Butelo e da Casula. Bragança.
7 de Março - Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu-Águeda.
22 de Março – Confraria da Geropiga de Moinhos.
28 e 29 de Março - XVIII Festival Gastr. da Lampreia e do Sável da ria - Confraria Gastronómica “O Moliceiro”. 
28 de Março – Confraria dos Vinhos Transmontanos – Valpaços. 
11 de Abril – Confraria Gastronómica do Dão Viseu. 
11 de Abril – Confraria dos amigos do Negalho e da freguesia de Almalaguês.
12 de Abril - VII Grande Capitulo da CONGROG - Confraria do Grog de Santo Antão - Cabo Verde.  
9 de Maio - Confraria dos Sabores da Fava.
23 de Maio - III Claustro Pleno (III Capítulo) da Confraria dos Sabores de Coimbra.
23 de Maio - CAMINHADA “A Ria vista da Serra” - Confraria Gastronómica “O Moliceiro”. 
30 de Maio - II Capitulo Confraria Gastronómica do Arroz de Aba de Cinfães. 
31 de Maio - Confraria do Torricado com Bacalhau. 
20 e 21 de Junho - I Festival “Sabores da Ria” - Confraria Gastronómica “O Moliceiro”. 
11 de Julho - PASSEIO GASTRONÓMICO EM BARCO MOLICEIRO - Confraria Gastronómica “O Moliceiro”. 
12 de Setembro - CAMINHADA “O Campo e a Ria” com passeio de Barco Moliceiro - Confraria Gastronómica “O Moliceiro”. 
10 e 11 de Outubro - IX FESTIVAL GASTRONÓMICO DA ENGUIA - Confraria Gastronómica “O Moliceiro”. 

12 fevereiro 2015

Confraria Gastronómica marca presença na Bolsa de Turismo de Lisboa


A direção da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira informa que estará presente no dia 26 de Fevereiro na Bolsa de Turismo de Lisboa, respondendo com a sua presença a um convite feito pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas da qual a AMC/CGM é vice-presidente da direção

A direção da AMC/CGM faz saber que encetou contactos com associações suas congéneres da República da Roménia no intuito das mesmas estarem presentes no seu XV Capítulo e para preparar a deslocação da confraria Madeirense à Roménia no corrente ano ou em 2016.

Estreito de Câmara de Lobos, 
12 de Fevereiro de 2015 

10 fevereiro 2015

Confraria reuniu-se em encontro no Seixal

Em Janeiro decorreu o encontro "Arroz de lapas e Truta" da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira no Seixal, Porto Moniz. 

















Visita de Eugénio Florez Garcia à Madeira

Presença na Ilha da Madeira de Eugénio Florez Garcia, Secretário da Direção da 'Cofradía de la Orden del Sabadiego de Noreña', Astúrias. 





07 fevereiro 2015

Universidade da Madeira estuda adaptação do inhame da Madeira às alterações climáticas


A Universidade da Madeira (UMA) está envolvida numa investigação internacional sobre a cultura do inhame, para ajudar à adaptação desta planta às alterações climáticas e de mercado, o que pode colmatar problemas decorrentes da seca na Ásia e África.
O papel da UMA "é o de liderar o estudo de adaptação do inhame à seca", disse à agência Lusa, o responsável pelo Banco de Germoplasma ISOPlexis/Germobanco, daquela universidade, Miguel Ângelo Carvalho.
Segundo o investigador, a cultura do inhame tem especial importância na Ásia, Oceânia e África onde, cada vez com mais frequência, se sentem os problemas da falta de água, o fator mais importante para a propagação e desenvolvimento desta espécie de tubérculo usado na alimentação.
Miguel Ângelo Carvalho explicou que culturas como a do inhame, estão cada vez mais vulneráveis a um conjunto de ameaças, que passam pela "perda de mercado devido à globalização da economia, erosão da diversidade genética [da planta] que dita a necessidade de melhoramento vegetal, bem como a diminuição da produtividade devido ao aumento das situações de seca".
A somar a estes problemas, o Centro Internacional de Investigação Agronómica, em França, que lidera este projeto internacional – no qual estão envolvidas também instituições da Itália, Alemanha e Eslovénia -, identificou, também, "o aumento de pragas e a perda de qualidade nutricional e alimentar".
"O trabalho realizado consistiu na criação de um modelo das necessidades hídricas da planta, a identificação das situações em que ocorre esse stresse hídrico e a avaliação do comportamento de 34 ‘cultivares’ de inhame sob condições de seca ou stresse hídrico, o que permitiu identificar seis destas ‘cultivares’ com maior capacidade de resistência e adaptação à seca e, entre elas, duas são variedades tradicionais de inhame da Madeira", explicou.
As ‘cultivares’ são formas de espécies agrícolas que foram melhoradas devido à alteração ou introdução, pelo homem, de uma característica que antes não possuíam.
A identificação "deste material, pela UMA, permite a sua inclusão em programas de melhoramento da cultura, onde será utilizado como dador de material genético para aumento da capacidade de resistência à seca", especificou.
O programa que financia o projeto designa-se por Europe Aid South e implica que "as entidades europeias são responsáveis, não só pelo desenvolvimento do programa de investigação de partes do projeto, mas também pela transferência de conhecimento e tecnologia para os países parceiros de fora da União Europeia (UE)", realçou.
O projeto tem a conclusão prevista para o fim deste ano.


Fonte: Jornal da Madeira, 7 de Fevereiro 2015

04 fevereiro 2015

Confraria Gastronómica da Madeira com encontro mensal a 28 de Fevereiro


A Direcção da Academia Madeirense das Carnes/Confraria Gastronómica da Madeira informa que irá realizar o seu encontro/evento cultural gastronómico do mês de Fevereiro no próximo dia 28, com início ás 20 horas, no Restaurante "Praia do Vigário", na cidade de Câmara de Lobos.

A Direcção da AMC/CGM faz saber que o peixe "gata" terá todas as honras neste evento cultural gastronómico e está aberto a todas as pessoas que estejam interessadas em homenagear o respectivo peixe estando, no entanto, sujeitas ao pagamento do referido jantar. 

Contactos: 965014491 / 917547094 

A Direcção da AMC/CGM
Estreito de Câmara de Lobos, 4 de Fevereiro de 2015 
Com tecnologia do Blogger.

 

© 2013 Academia Madeirense das Carnes - Confraria Gastronómica da Madeira. All rights resevered. Designed by Templateism

Back To Top